Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019 - Ano 6

Fórmula 1 anuncia a volta do GP da Holanda, em Zandvoort, a partir de 2020

15 maio, 2019
Fórmula 1 anuncia a volta do GP da Holanda, em Zandvoort, a partir de 2020

A Fórmula 1 terá novidades em 2020. A organização da maior categoria de automobilismo do mundo anunciou o retorno do GP da Holanda ao calendário de provas, o que não acontecia desde 1985. No mesmo circuito de Zandvoort, que recebeu corridas de 1952 até a derradeira etapa há 34 anos, os carros correrão em solo holandês por pelo menos três temporadas, de acordo com o contrato assinado.

“No início do nosso mandato na Fórmula 1, dissemos que queríamos corridas em novos lugares, mas respeitando as raízes históricas deste esporte na Europa”, disse, em comunicado oficial divulgado pelo chefe-executivo (CEO) da F-1, Chase Carey.

O austríaco Niki Lauda, em uma McLaren, foi o vencedor do último GP disputado no circuito de Zandvoort, que tem 13 curvas e uma extensão de 4.307 metros. Desenhado por John Hugenholtz, o autódromo recebeu 30 provas da Fórmula 1, sendo que o recorde da pista pertence ao holandês Max Verstappen (1min19s511), obtido com sua Red Bull em um teste em 2017.

A volta da Holanda ao mapa da Fórmula 1 não é a única novidade para 2020. A categoria já havia anunciado a estreia do GP do Vietnã, nas ruas da capital Hanói. “Na próxima temporada nós teremos um novo circuito de rua na capital vietnamita Hanói, assim como o retorno de Zandvoort; uma pista que contribuiu para a popularidade do esporte ao redor do mundo”, afirmou Chase Carey.

“Sem dúvida haverá uma cor dominante nas arquibancadas de Zandvoort no próximo ano”, continuou o chefão da Fórmula 1, citando o “mar” laranja holandês que tem acompanhado Verstappen.

“Estou muito animado pelo GP da Holanda voltar. Você verá muitos torcedores holandeses ao redor da pista, nas dunas também. Já corri lá antes, é um circuito bonito e histórico. Muito desafiador, da velha escola, um pouco como Suzuka. Foi desenhado pela mesma pessoa. Com os carros da F-1, vai ser muito rápido, estou ansioso”, comentou o piloto da Red Bull.

Jean Todt, presidente da FIA, também falou sobre a importância do crescimento de Verstappen na Fórmula 1 para o retorno do GP da Holanda ao calendário. “Estou grato pelo trabalho duro da F1 para trazer o esporte trazer de volta para a Holanda. É um circuito com uma grande e impressionante história de competição e é um grande desafio para os pilotos, e com a popularidade de Max Verstappen, tenho certeza que haverá um bom número de fãs presentes”, disse.

O brasileiro Nelson Piquet conquistou uma vitória em Zandvoort, na temporada de 1980, e o maior vencedor da prova é Jim Clark – o britânico ganhou por quatro vezes: 1963, 1964, 1965 e 1967.

Texto transcrito pelo Sn do https://www.mg.superesportes.com.br

Logótipo da Fórmula 1 reprodução da Internet