Sexta-Feira, 19 de Abril de 2019 - Ano 6

Nações Unidas pedem para assegurar o direito de Assange a um julgamento justo

15 abril, 2019
Nações Unidas pedem para assegurar o direito de Assange a um julgamento justo

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos está a seguir de perto a situação do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, preso em Londres na quinta-feira, e espera que todas as partes para garantir o seu direito a um julgamento justo, disse o porta-voz do organismo, Ravina Shamdasani.

“Esperamos que as autoridades envolvidas garantam que o caso de Assange seja tratado com o devido processo e de acordo com seu direito a um julgamento justo, também no momento de qualquer extradição”, disse o porta-voz em entrevista coletiva.

Da EFE Genebra

Imagem de membros da Polícia Metropolitana de Londres transferindo o fundador do portal WikiLeaks Julian Assange (c) da embaixada do Equador em Londres para uma van da polícia . EFE