Quarta-Feira, 16 de Janeiro de 2019 - Ano 6

Kim espera reunir-se com Trump em 2019, mas quer suspensão de sanções

7 janeiro, 2019
Kim espera reunir-se com Trump em 2019, mas quer suspensão de sanções

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, disse semana passada, que espera que um segundo encontro com o presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, se realize este ano, mas advertiu Washington para a necessidade da suspensão das sanções a Pyongyang.

Em seu discurso de Ano-Novo, Kim Jong-un pediu aos EUA que parem com os exercícios militares conjuntos com a Coreia do Sul.

Na cúpula histórica realizada em junho em Cingapura, entre o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, os dois países concordaram em “trabalhar para a completa desnuclearização da Península” coreana, mas até agora os progressos têm sido apenas simbólicos, devido à ausência de um roteiro para o desarmamento.

Para avançar no processo, Pyongyang tem insistido na remoção das sanções lideradas pelos EUA contra o país.

Os Estados Unidos pretendem continuar as sanções à Coreia do Norte, enquanto o regime não avançar no processo de desnuclearização e exigem que o país tome medidas concretas, enquanto o regime norte-coreano pede que um tratado de paz seja assinado antes para ajudar a garantir sua sobrevivência.

*Com informações da RTP, emissora pública de televisão de Portugal

Imagem de capa reprodução do  líder norte-coreano, Kim Jong-un