Quarta-Feira, 24 de Outubro de 2018 - Ano 6

Brasil ganha ouro e prata na Olimpíada Internacional de Economia

8 outubro, 2018
Brasil ganha ouro e prata na Olimpíada Internacional de Economia

O Brasil trouxe dois ouros e duas pratas na Olimpíada Internacional de Economia. Além das quatro medalhas individuais, a delegação nacional terminou a competição com a terceira colocação geral por equipes, atrás apenas da Letônia e da Rússia, países com fortíssima tradição em olimpíadas de conhecimento, e ficando à frente de EUA, Espanha, Suíça e Áustria, referências nas competições. A Olimpíada contou com 65 estudantes do ensino médio de 13 países.

Os ouros foram conquistados pelos estudantes Rafael Carlini (Colégio Etapa -SP) e Marcio Akira Imanishi (Colégio Objetivo Integrado/SP), e as pratas vieram com Tomas Aguirre Lessa Vaz (Escola Estadual Manuel Ciridião Buarque – SP) e Henrique Lasevicius (Colégio Objetivo Integrado/SP) Adriano Kenzo Bonara, o quinto integrante da delegação, não conseguiu uma medalha individual, mas fez parte da conquista por equipe. “O Brasil inteiro discute economia, é um tema chave nas eleições.”

Dois estudantes do ensino médio e integrantes da equipe brasileira, Tomas Lessa e Henrique Lasevicius, não tinham recursos financeiros para custear a viagem. Para poderem participar da competição, fizeram crowdfunding, financiamento online feito por um grupo de pessoas que voluntariamente apoiam a causa.

Eles conseguiram arrecadar cerca de R$ 14.000,00 e destinaram o dinheiro para os custos de toda equipe. Tomas teve a ideia e foi o primeiro a arrecadar recursos. Com apenas 24 horas de ‘vaquinha’ no ar, arrecadou R$ 2,4 mil.

Do Estado de Minas

(foto: Olimpíada Internacional de Economia/Divulgação)