Quinta-Feira, 24 de Maio de 2018 - Ano 6

Celesc mantém estrutura da Operação Verão durante o Carnaval

12 fevereiro, 2018

O feriadão de Carnaval é considerado o segundo maior período de movimento de turistas no verão catarinense, perdendo apenas para a virada de ano. Para garantir o fornecimento de energia adequado em quantidade e a confiabilidade do sistema, ao longo de 2017 a Celesc realizou ações preventivas e, há pelo menos quatro anos, vem adotando um padrão de trabalho que demonstra resultados positivos e que será mantido durante o Carnaval.

Com investimentos da ordem de R$ 380 milhões somente em 2017, a Empresa melhorou em 30% os índices que medem a qualidade do sistema elétrico, DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) e FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora), do verão de 2013/2014 para o verão de 2016/2017. Deste montante, cerca de R$ 90 milhões foram aplicados no sistema elétrico de alta tensão (subestações e linhas de transmissão), e aproximadamente R$ 250 milhões nas redes elétricas de média e baixa tensão. Entre os destaques de investimentos nessa área está a repotencialização da Subestação em Balneário Camboriú, inaugurada em janeiro, que teve sua capacidade triplicada e está dimensionada para atender o crescimento de mercado previsto para os próximos 25 anos.

Os outros R$ 40 milhões foram empregados em ações de manutenção para prevenir ocorrências no sistema elétrico estadual. Esses recursos foram aplicados na poda e roçada da vegetação próxima à rede elétrica — que responde por 40% dos registros, sendo a principal causa de desligamentos do sistema —, na substituição de equipamentos e na inspeção da rede elétrica com “termovisores”, equipamentos de ponta que permitem identificar preventivamente pontos de desgaste e possibilitam a substituição de itens antes da falha.

Além dos investimentos em prevenção, a distribuidora catarinense já conta com 1,3 mil eletricistas divididos em 250 equipes próprias e outras 46 equipes terceirizadas contratadas para atender ocorrências registradas em todo o estado.

Para a demanda da temporada de verão, época em que Santa Catarina recebe milhares de turistas e que o comportamento do sistema demanda mais atenção, por meio da Operação Verão (de dezembro a fevereiro), a Empresa contratou outras 37 equipes de eletricistas que reforçam o contingente nas regiões balneárias, que integram as agências regionais de Florianópolis, Joinville, Itajaí, Tubarão e Criciúma. Nesse período, 16 equipes terceirizadas adicionais reforçam o atendimento nas localidades que compreendem as regiões que mais registram eventos climáticos adversos: Blumenau, Rio do Sul e Mafra.

Esse expediente será mantido durante o Carnaval. “O trabalho das equipes da área técnica e de atendimento da Celesc vem sendo desenvolvido com bastante sucesso. Por isso, vamos manter a mesma estrutura e assim contribuir para que todos possam aproveitar o carnaval em nosso estado”, afirma o presidente da Celesc, Cleverson Siewert. Ele destaca, ainda, que durante os dias de folia as equipes estarão posicionadas em locais estratégicos e áreas por onde circulam o maior número de pessoas.

Comunicação e Interação com o Consumidor

Para melhor atender as ocorrências, a distribuidora catarinense também conta com a participação do público. “Por mais que nosso sistema de gerenciamento indique imediatamente a região com ocorrência na rede elétrica, quanto mais rápido tivermos informações de quem estiver nessa situação, maior será a agilidade no restabelecimento do fornecimento de energia elétrica”, reforça Siewert.

Em caso de falta de energia, o consumidor tem à disposição o Call Center da empresa (0800 48 0196) ou alternativamente o envio de SMS, via celular, com o texto (48196 SEM LUZ + número da unidade consumidora ou CPF do titular).

Vale destacar que nos últimos anos a Celesc vem investindo em comunicação integrada e atualmente promove o envio de SMS quando há desligamentos programados e disponibiliza a plataforma Em Tempo Real, no site da Empresa, com as informações simultâneas do que ocorre na rede elétrica em todo o Estado. Nas redes sociais, o relacionamento com os clientes é realizado no Twitter e no Facebook.

Cuidados com a rede elétrica para evitar acidentes

Segundo a Associação Brasileira de Conscientização sobre os Perigos da Energia Elétrica (Abracopel), acidentes que envolveram contato com a rede elétrica levaram a óbito 181 brasileiros no ano passado, apesar dos alertas constantes das distribuidoras de energia sobre os riscos existentes.

Para brincar sem riscos neste Carnaval, como essa é uma época com maior incidência de chuvas, a Celesc adverte sobre algumas questões importantes de segurança com a rede elétrica:

– Fios partidos nas ruas — Segundo dados da Abracopel, no ano passado, 53 casos deste tipo ocasionaram 43 mortes: condições climáticas desfavoráveis (chuvas e ventos fortes), aliadas a problemas como linhas de pipa com cerol, que cortam os fios, ligações clandestinas (gatos), roubo de cabos para vender o metal, dentre outros, podem ocasionar a queda de um fio energizado na rua;

– Barraquinhas de ambulantes com ligação clandestina de energia (gato) — No ano passado, 32 acidentes com postes e grades energizadas, tiraram 25 vidas: Muitas vezes, barraquinhas sem autorização da prefeitura ligam, sem o devido cuidado e autorização, seu negócio diretamente à rede de energia. Além de crime, casos desse tipo expõem todas as pessoas a um enorme risco, pois basta um fio desencapado em contato com o metal dessas tendas para que qualquer um que a toque seja eletrocutado;

– Fique atento também aos carros alegóricos, trios elétricos, arquibancadas e palanques. Muitos deles possuem estrutura metálica associada a fios que garantem som, iluminação e efeitos pirotécnicos. Nesses casos, é necessário que todos ajam de forma preventiva. Evite trafegar debaixo da rede elétrica em trios elétricos ou veículos semelhantes, cuja altura possa expor as pessoas ao choque elétrico. Se você vir algum ato em desacordo com as normas de segurança, denuncie;

– Respeite a distância de segurança necessária entre os enfeites e a rede elétrica. Não use materiais condutores de eletricidade como fitas metalizadas, papel alumínio ou laminados fios de cobre;

Não lance serpentinas ou confetes sobre a rede elétrica, sejam metálicos ou não;

– Não ligue ou use aparelhos elétricos próximos a duchas ou piscinas;

– Se você for vítima de colisão de veículos contra postes de energia: não saia do veículo! Você poderá tomar um choque se houver um cabo partido em contato com o automóvel;

– Não tente socorrer vítimas de colisão se houver fio partido. Ligue imediatamente para a Celesc (0800 48 0196) e o Corpo de Bombeiros (193).

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa
Centrais Elétricas de Santa Catarina – Celesc
E-mail: comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br