Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018 - Ano 6

Investimento em educação especial em Santa Catarina é quase o triplo da média nacional

10 janeiro, 2018
Investimento em educação especial em Santa Catarina é quase o triplo da média nacional

Clique na imagem de capa para ampliar –

Em 2017, o Governo do Estado de Santa Catarina, através da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e da Secretaria de Estado da Educação, investiu cerca de R$ 280 milhões em educação especial, atingindo uma média de cerca de R$ 1 mil reais/mês por aluno, muito acima da média nacional de R$ 345, segundo dados do Ministério da Educação (MEC).

As ações da FCEE, como a concessão de 3,9 mil professores para atuação nas 215 instituições especializadas conveniadas, que incluem Apaes e congêneres, beneficiaram cerca de 21 mil pessoas com deficiência em todo o Estado, totalizando um investimento anual de R$ 153 milhões. Também foram repassados cerca de R$ 4,7 milhões em recursos para as instituições que optaram por contratarem diretamente os profissionais.

A capacitação dos profissionais que atuam nos serviços especializados de educação especial disponibilizados nas instituições conveniadas e nas escolas da rede regular de ensino envolveu R$ 158 mil em investimentos, que atingiram, em 2017, cerca de 3,5 mil profissionais de todo o Estado, que participaram de cursos e seminários de forma presencial ou à distância. Já as Assessorias Técnicas presenciais realizadas pela fundação em 2017 com o objetivo de qualificar os serviços beneficiaram 67 escolas da rede estadual de ensino e 58 instituições especializadas em sete Agências Regionais de Desenvolvimento (ADR).

Dentro do campus da FCEE, em São José, foram investidos mais de R$ 3,8 milhões para a realização de 1,1 mil atendimentos diários nas áreas de estimulação essencial, reabilitação, educação profissional, atividade física e saúde, tecnologia assistiva, altas habilidades/superdotação, deficiência auditiva, visual, intelectual, transtorno do espectro autista, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e envelhecimento da pessoa com deficiência, além da realização de 688 atendimentos em avaliação diagnóstica e concessão de 2.185 benefícios para pessoas com deficiência.

Na área de pesquisas, foram investidos mais R$ 25 mil, que permitiram a distribuição de publicações técnicas, o desenvolvimento de 13 pesquisas científicas, a elaboração de 16 produções técnicas e o desenvolvimento de quatro grupos de estudos na área da educação especial.

Informações adicionais para a imprensa:
Aline Buaes
Assessoria de Imprensa
Fundação Catarinense de Educação Especial – FCCE
E-mail: imprensa@fcee.sc.gov.br
Fone: (48) 3381-1693 / 99115-8918
Site: www.fcee.sc.gov.br

sede_da_fundacao_catarinense_de_educacao_especial_20180105_1763172035

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinais do mural da FCEE representam palavra Vida. Foto: FCEE