Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017 - Ano 6

Comitê em prol da BR-470 lança outdoors com a mensagem “Sem duplicação não tem reeleição”

11 agosto, 2017
Comitê em prol da BR-470 lança outdoors com a mensagem “Sem duplicação não tem reeleição”

Clique na imagem de capa para ampliar –

A partir do dia 9, os motoristas que trafegarem pela BR-470 irão se deparar com outdoors exibindo a mensagem “Sem duplicação não tem reeleição”. A campanha é mais uma iniciativa do Comitê da Duplicação da BR-470, apoiada por entidades sindicais e empresariais do Vale do Itajaí. Além de chamar a atenção da classe política catarinense para a urgência na conclusão da obra no trecho entre Indaial e Navegantes, a campanha também pretende conscientizar a população sobre a importância de escolher bem seus representantes nas próximas eleições.

Coordenador do movimento pela duplicação da BR-470, o ex-prefeito e empresário Felix Theiss esclarece que a campanha de outdoors foi projetada para sensibilizar os políticos catarinenses. “Estamos cansados de ouvir promessas políticas. A obra vem se arrastando há 20 anos, quando foi assinada a duplicação. E desde que foi iniciada em 2013 até agora nenhum dos quatro lotes licitados foi concluído, o que representa um grande atraso social e econômico para todo o Estado. Com esta mensagem estampada em outdoors espalhados pela rodovia, sindicatos e entidades classistas esperam uma atitude mais firme dos políticos catarinenses junto ao Governo Federal”, ressalta.

O movimento em prol da duplicação começou em março deste ano e até o momento já realizou diversas ações na tentativa de pressionar o governo para agilizar a obra. “Desde que foi criado, o Comitê conquistou o apoio de inúmeras entidades e mobilizou o deputado federal João Paulo Kleinübing e o senador Dalirio Beber, que nos trouxeram importantes informações do Ministério dos Transportes. Também contamos com o apoio do superintendente do Dnit, Vissilar Pretto, que, infelizmente, nesta semana foi exonerado do cargo pelo presidente Michel Temer. Fato esse que deve prejudicar ainda mais o andamento da duplicação”, comenta Theiss.

Texto e imagem enviados ao SN pela jornalista Fabiana Roza
Jornalista

Outdoor 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outdoor 1