Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017 - Ano 6

Princesa japonesa abandona título real para se casar com plebeu

19 maio, 2017
Princesa japonesa abandona título real para se casar com plebeu

A princesa Mako, neta mais velha do imperador japonês Akihito, irá se casar com um plebeu e perderá seu título de nobreza. Mako, de 25 anos, se casará com Kei Komuro, um ex-colega de universidade e que trabalha em um escritório de advocacia.

Segundo as leis japonesas, as mulheres que pertencem à nobreza devem se casar apenas com alguém que também tenha origem real, caso contrário, perdem seus direitos e deveres como membro da família imperial.

Komuro foi questionado pela imprensa japonesa sobre o caso, mas tentou minimizar os efeitos da notícia. “Não é o momento para fazer comentários, falarei quando for a hora”, disse. O noivo conheceu a princesa Mako cinco anos atrás, por meio de amigos em comum, e a pediu em casamento um ano após o primeiro encontro. O matrimônio deve acontecer em 2018.

Conforme a tradição, o governo japonês pagará à princesa uma indenização pela perda de seus direitos, cujo valor será decidido por uma comissão de oito membros, incluindo o primeiro-ministro Shinzo Abe.

Atualmente, a legislação japonesa autoriza que apenas homens se casem com plebeias. O príncipe-herdeiro Naruhito o fez e manteve seus títulos. Já sua irmã, a princesa Sayako, perdeu seu status ao se casar com um funcionário da Prefeitura de Tóquio, em 2005.

Agência ANSA

Imagem reprodução da princesa Mako, neta mais velha do imperador japonês Akihito,